sexta-feira, 6 de março de 2015

(2015/236) Semelhantemente a todos os deuses, Yahweh é massinha de modelar

Disseram-me hoje, mas não sei se era sério, que Yahweh, no AT, também era libertador... Ri-me. Era? Qual? O que libertou Yahweh do Egito, matando crianças egípcias e cananeus? Não há Yahweh algum no AT senão o que cada grupo inventava, posto que todo Yahweh é a invenção de um grupo, invenção de invenções, apropriação de apropriações. No tipo de sociedade que se constituía, libertar era, ao mesmo tempo, matar e oprimir, e ainda estamos por esses dias, uma vez que o Estado de bem-estar europeu se construiu, graças a Deus, sob a carne do povo pobre de África e Ásia...

Libertador é "meuzovo".

Agora, qualquer um pode pegar a figura e fazer com ela o que queira. Mas, cá para nós: quem precisa de um Yahweh libertador, se a liberdade quem a faz ou não serão os homens?

Libertador - faz-me rir...











OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget