quinta-feira, 17 de abril de 2014

(2014/240) Nebulosa da Tarântula


"Imagem, com um grau quadrado, da Nebulosa da Tarântula e seus arredores. A nebulosa pode ser vista em cima ao centro da imagem. Ligeiramente para a direita e para baixo, uma teia de filamentos alberga a famosa supernova SN 1987A. Podemos ver também muitas outras nebulosas avermelhadas, assim como um enxame de estrelas jovens, à esquerda, chamado NGC 2100. Informação técnica: a imagem baseia-se em observações levadas a cabo por João Alves (Calar Alto, Espanha), Benoît Vandame e Yuri Beletski (ESO) com o auxílio do instrumento Wide Field Imager (WFI) montado no telescópio de 2,2 metros, em La Silla. Estes dados consistem num mosaico WFI de 2X2 nas bandas largas B e V e nas bandas estreitas H-alfa e [OIII]. Os dados foram inicialmente processados com o software ESO/MVM do grupo Advanced Data Products (ADP) do ESO".












OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget