terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

(2014/006) "Mercadoria", disse Menocchio - e deixou de ser?

"Mercadoria". 

Para mim, a melhor denúncia de um homem a respeito das técnicas religiosas da igreja. Quem o fez foi Menocchio, um moleiro, preso pela Inquisção, interrogado por anos e anos e morto em algum momento da virada do século XVI para o XVII. Quando ele se deu contra de que não havia como se safar da execução, danou a dizer coisas, há quinhentos anos, que há muitos, muitos grandes teólogos hoje que se esforçam por desmentir... Mercadoria. Não passa de mercadoria.

Para ler a história toda, O Queijo e os Vermes, de Carlo Ginzburg. Se eu fosse você, eu lia.







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget