quinta-feira, 14 de novembro de 2013

(2013/1356) Transpirar, salivar, urinar, escrever...


Não escrevo para "você", não escrevo para o leitor médio do Facebook, não escrevo pensando em alguém - apenas escrevo. Se alguém se perguntar: "_ Mas por que cargas d'água ele escreve essas coisas "no" Facebook?", eu respondo: "_ Porque quero e porque posso". Simples assim...

Deixo-me provocar pelas coisas que leio e ouço, aqui, ali, lá, acolá, em qualquer canto e hora, e reajo, deixo que meu corpo reaja e fale-me o que pensa e eu, amanuense de mim, escrevo. É assim que é.

Se faz sentido para alguém, não preciso explicar. Se não faz, não há explicação possível. É apenas o meu movimento. É apenas isso que eu sou, sendo o que sou - escrever...

O resto, sei lá...






OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget