terça-feira, 16 de julho de 2013

(2013/733) Sobre palavras proféticas ontem e hoje

Poxa vida, Balaão - não apenas você não amaldiçoou aquele infeliz do povo de Israel, mas, ainda por cima, os abençoou! Sacanagem!

Ora - bem se vê que se está, aí, diante da crença na palavra mágica, na praga: se o homem de Deus fala, não há quem desfale. Daí que ele tenha que ser impedido - porque, se amaldiçoa, nem Yahweh dá jeito...

Um teólogo de direita, lê uma passagem dessa e diz que se tratava de um modo cultural, da religião conforme o judeu vivia e cria, mas que não é nem deve ser assim hoje...

E vai ao púlpito usar a mesma Bíblia, do mesmo povo judeus, contra os homossexuais...

E querem que eu ache sério um sujeito desses ´so porque comparece a púlpitos!

Faça-me o favor...




OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Um comentário:

NELSON LELLIS disse...

Lembrei-me do rabino Nilton Bonder em sua obra "O Sagrado".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget