quinta-feira, 4 de julho de 2013

(2013/689) Entre ser pesquisador e deputado evangélico


O sujeito podia ser pesquisador nas áreas bio-médicas.

Virava o gay do avesso, cortava em pedacinhos e descobria a prova indiscutível de que se trata de doença.

Ia a um Congresso internacional, apresentava seu trabalho e obrigada a constrangida comunidade anti-homofóbica internacional a engolir a prova de que ser gay é doença...

Mas cadê?

Ele prefere ser um evangélico fácil, um político esperto, e, do alto das revelações tresloucadas da fé, da arrogância patológica da religião revelada, fazer lei e ganhar no "voto"...

Bem típico...

Conheço os tipos...

A história da Igreja está cheia deles...

E eu, cheio disso...





OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget