sexta-feira, 15 de março de 2013

(2013/243) Da anti-naturalidade da gravidez de Maria e a causa anti-homoafetiva



"O casamento gay é anti-natural", berram os conservadores nervosos e com medo!

Aí, à noite, pregam a gravidez de Maria pelo Espírito Santo, desposada ela que estava de José... Lucas 1,35 diz: e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra...

É. Interessante. Uma gravidez anti-natural - e põe anti-natural nisso! - e um relação de engravidamento fora do casamento... Mas relações homoafetivas é que são aberrações...

É a lei do "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço". É a lei de toda presunção, de toda prepotência, de todo o que tem o rei na barriga - faça o que mando!, mas não o que faço!

Alguém me dirá: se estão com medo, Osvaldo, não os devemos tratar como crianças amedrontadas? Bem, talvez, mas, sobretudo, também como banhistas afogando-se - em seu desespero, se você descuida, afogam-te junto...

Acreditem, quando passar a fúria de medo da alma evangélica e cristã, serão escritos tratados sobre como nos enganávamos e não percebíamos.

E alguém dirá: quando o desejo é enganar-se a si mesmo, a si mesmo e aos outros, quando já se decidiu que não se quer ver, de modo algum, passamos a caminhar de olhos fechados, ouvindo apenas as ordens de medo de nosso coração e fígado...

Vai passar.

Ainda via doer e sangrar, mas, acreditem, vai passar...




OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget