sexta-feira, 2 de outubro de 2015

(2015/436) Da Falência do Evangelho

Quando eu digo que ética e moralmente o Evangelho está falido, totalmente falido e talvez irrecuperavelmente falido, pode até ser que eu esteja fazendo uma má leitura da realidade (e existe isso, gente pós-moderna?, além dos discursos?), mas certamente estou fazendo uma concessão gigantesca ao Evangelho, porque, quando eu digo que ele está falido, eu deixo pressuposto que houve um dia em que não esteve...

Houve?




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget