quarta-feira, 2 de julho de 2014

(2014/701) Criptoteólogos olham para Eliade e enxergam Otto


É batata.

Por mais que pretendam, pela "forma" e "padrão" acadêmicos, descaracterizar a sua sensível identificação subjetiva com o pathos religioso, todos os textos que falam de "fenômeno religioso" em linguagem cripto-teológica acabam por tratar, no mesmo nível epistemológico, Rudolf Otto e Mircea Eliade como, ambos, "fenomenólogos da religião". Cada vez me surpreende menos a enorme má vontade que alguns cientistas da religião, mormente os de formação alemã, têm com Eliade, tratando-o como cripto-teólogo. Para mim, todavia, não é culpa de Eliade, mas de seus leitores e, quem sabe?, do fato de os cientistas da religião que fazem a crítica tomarem os leitores cripto-teológicos de Eliade pelo próprio Eliade... Seja como for, salvo engano, não há nenhuma relação epistemológica, por exemplo, entre O Sagado, de Otto e Tratado de História das Religiões, de Eliade.










OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget