sábado, 28 de junho de 2014

(2014/685) Ele insiste que a pergunta pelas origens humanas é uma pergunta religiosa...


Ele insiste: a pergunta "de onde viemos?" é uma pergunta religiosa...

Eu insistirei: não, não é. 

Se, quando você pergunta "de onde viemos", você está na verdade perguntando "de onde esta alma, que eu sou, saiu??", ou "como eu fui 'criado'?, ou "como a aparência que é este mundo tomou-me como sujeito?", então, aí, sim, você fez dela uma espécie de disfarce das questões religiosas que animam sua cabeça. São perguntas teológicas, embaladas em papel de fábrica, com rótulo de fábrica, mas conteúdo de religião.

Agora, se, quando você pergunta "de onde viemos?", você apenas está perguntando, de fato, "como viemos a existir?" e nada mais, então, meu amigo, essa pergunta não tem nada de necessariamente religioso e pode chegar a ter respostas que fazem um religioso cabeça-dura (nem todos o são, certamente) arder de cólera santa - que, de santa não tem nada...











OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget