sexta-feira, 28 de março de 2014

(2014/054) Deus e os Homens, de Voltaire - religião como garantia de "paz social"


Deus e os Homens, de Voltaire - uma ironia. Um religioso clássico, cristão, há de odiar a obra, porque trata os cristianismos como um amontoado sacerdotal de dogmas não é que inúteis, mas desgraçadamente ruins para a sociedade, tolices, ele diz, obscuridades que têm a função apenas e tão só de empoderar as castas sacerdotais...


Crítica ácida que, todavia, conclui-se com a defesa ardorosa de "Deus" e a defesa intransigente e reiterada do "culto público"...

Por quê?

Para o controle das massas...







OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget