domingo, 8 de setembro de 2013

(2013/1027) Que eu escreva para porcos - que meu texto seja um chão de floresta



Escrever para convencer é o quê?
Não é visgo?
Não é alçapão?
Não é laço de passarinheiro?
Quanta coisa retoricamente magistral - e falsa...
Há que se escrever para porcos...
... porcos que fuçam...
... porcos que fuçam o chão da floresta...
... porcos que fuçam o chão da floresta à caça de trufas...
Dito de outro modo: há que se enterrar trufas...
Para o que, naturalmente, há que se tê-las...










OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget