quinta-feira, 27 de junho de 2013

(2013/640) Sobre festas juninas gospels


O dilúvio é uma antiga tradição mesopotâmica.

Os judeus copiaram.

A criação é uma antiga plataforma cultural próximo-oriental.

Os judeus copiaram.

O rei largado no cesto de vime, no rio, e criado pela deusa é uma antiga tradição assíria.

Os judeus copiaram.

O personagem que vai ser morto e, no seu lugar, os céus oferecem um animal é uma antiga tradição grega.

Os judeus copiaram.

Que os deuses bons só podem ser bons é uma antiga tradição persa.

Os judeus copiaram.

Que, no final dos tempos, vai ter um Juízo final é uma antiga tradição persa.

Os judeus copiaram.

Que o Todo-Poderoso nascerá numa gruta, indicada por uma estrela é uma antiga tradição do Avesta.

Os judeus copiaram.

Tudo isso virou Bíblia.

Se a Bíblia fosse escrita hoje, por evangélicos, festa junina seria bíblica.

Mas que foi copiada também, foi...

Primeiro, você copia.

Depois, fala mal de quem você copiou.

Aprendemos bem as lições...




OSVALDO LUIZ RIBEIRO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget