sexta-feira, 22 de março de 2013

(2013/317) Por que não ouço gospel


1. Alguém pode achar que é implicância minha não ouvir nem muito menos gostar de ouvir gospel. Não ouço. Quando toca, se puder, saio de perto...

2. Não é implicância.

3. O gospel me traz à pele o conjunto de valores, atitudes, pensamentos e práticas evangélicas de hoje. No conjunto, isso significa:

a) aceitação acrítica de pregações sem conteúdo, pobres, ocas, vazias;
b) aceitação de valores preconceituosos;
c) aceitação de personalidades doentes e dementes como representantes de Deus;
d) aceitação da demonização do pensamento crítico;
e) aceitação da demonização da liberdade, interpretada como apostasia;
f) aceitação do pan-emocionalismo neurotizado;
g) aceitação da negação dos valores do outro;
h) aceitação da demonização da religião que não seja a cristã;
i) aceitação de leituras burras e perversas dos textos sagrados como revelação e unção;
j) aceitação de medir a vida segundo critérios não plurais, não ecumênicos;

4. Esse projeto de vida e de sociedade me parece mau.

5. É ele que me vem à mente e à pele já no primeiro acorde...

6. Meu corpo me diz, quando começo a ouvir: corre, senão, tenho um treco...

7. E eu corro...

8. Talvez, por isso, ainda consiga ouvir alguns hinos de minha época de "novo convertido". Meu corpo ouve aquelas músicas e se lembra de sua inocência - e se sente bem. 

9. Mas, de uns tempos para cá, não há mais inocência: caíram-me as escamas, e dói quando ouço essas ordens de comando político-comerciais...





OSVALDO LUIZ RIBEIRO

2 comentários:

Jorge Pereira disse...

Concordo plenamente Osvaldo! Não esquecendo, que quase em sua totalidade, é apenas mais um ramo comercial da música.

Fabiano Andrade disse...

Nossa! Achava que era um comportamento exclusivo meu, que após ser batizado e convivido tanto tempo no meio evangélico, não conseguia mais escutar as musicas alienadoras, impregnadas da cultura tradicional, com os ditos e praticas que não aceito mais.

Me sinto mais honesto e feliz ouvindo musicas ditas "seculares" onde as pessoas são mais honestas com elas mesmas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre ombros de gigantes


 

Arquivos de Peroratio

Ocorreu um erro neste gadget